Cristiano Ronaldo e Manchester United se separam com ‘efeito imediato’ após entrevista de Piers Morgan

Cristiano Ronaldo deixará o Manchester United ‘com efeito imediato’ dias depois de dar uma entrevista explosiva criticando o técnico Erik ten Hag e os donos do clube.

Não ficou claro para onde Ronaldo, 37, irá depois de não conseguir garantir uma transferência para um clube da Liga dos Campeões no verão.

“Após conversas com o Manchester United, concordamos mutuamente em encerrar nosso contrato mais cedo”, disse Ronaldo.

“Amo o Manchester United e amo os torcedores, isso nunca vai mudar. No entanto, agora é um bom momento para procurar um novo desafio.

“Desejo à equipa todo o sucesso para o resto da temporada e para o futuro.”

Ronaldo, que atualmente está no Catar com Portugal enquanto almeja conquistar o primeiro título da Copa do Mundo para seu país, está frustrado desde que foi reduzido a um membro marginal da equipe do United nesta temporada.

O capitão de Portugal disse ter-se sentido “traído” durante a entrevista dos 90 Minutos a Piers Morgan, transmitida esta quinta-feira e na qual também criticou os jovens jogadores.

O United disse na semana passada que tomou as medidas apropriadas em resposta aos seus comentários, já que se esperava que seu contrato fosse anulado.