‘Estou de volta, baby’: ajuste de Smith tem estrela quase ‘perfeita’

Smith explica a mudança na técnica da bola branca

Um dinâmico Steve Smith anunciou com orgulho que suas excelentes entradas de um dia para a Austrália em Adelaide na noite de quinta-feira foram as melhores que ele sentiu rebatendo em seis anos.

A afirmação ousada de um dos maiores rebatedores do país vai assustar as Índias Ocidentais e a África do Sul antes do verão australiano.

Smith ficou invicto por 80 de 78 no Adelaide Oval na quinta-feira para ajudar a Austrália a vencer por 1 a 0 na série de três jogos do Dettol ODI contra a campeã mundial Inglaterra, e ficou surpreso com as câmeras do Fox Cricket dizendo ‘Estou de volta, baby ‘ para o parceiro de rebatidas David Warner.

“(Foi) provavelmente o melhor que senti em cerca de seis anos”, disse Smith a repórteres.

“Eu estava em posições muito boas e me senti muito bem, honestamente, não me sentia assim há cerca de seis anos.

“Foi bom marcar alguns pontos durante este período e estamos sempre em busca da perfeição, e para mim (quinta-feira) foi perto da perfeição, pois vou conseguir.”

O jogador de 33 anos credita um processo de um ano para ajudar a redescobrir sua melhor posição e técnica.

Smith foi descartado de todos os jogos, exceto um, na recente campanha da Copa do Mundo T20 e seu futuro de bola limpa para a Austrália foi questionado.

Por seus altos padrões, o habilidoso destro também passou por momentos difíceis na arena de testes com apenas dois séculos desde as cinzas de 2019.

Smith guia os australianos para casa com 80 suaves, mas não fora

“Trabalhei em algumas coisas, levou quase seis ou 12 meses”, disse Smith.

“No início do verão passado, tentei colocar minhas mãos de volta onde estavam em 2015.

“Sinto que estou ficando um pouco mais de lado agora e meus pés e mãos estão sincronizados.

“(Quinta-feira) foi provavelmente a primeira vez que estendi o tempo no meio com essa mudança.

“É difícil basear algo em apenas um set, mas senti que as coisas funcionaram para mim como aconteceram na WACA (em um teste contra a Inglaterra) em 2013. .

“Espero que este seja o começo de um grande verão.”

Smith teve uma média de 60 em 87 testes com uma vantagem de 28 séculos em 12 meses movimentados para o críquete australiano.

Após a série de testes de seguro NRMA de duas partidas contra as Índias Ocidentais e outra série de três partidas com a África do Sul, a Austrália viaja para a Índia em fevereiro para disputar o Troféu Border-Gavaskar em quatro testes, antes de tentar manter o Ashes na Inglaterra em junho, com uma possível final do Campeonato Mundial de Teste também lá.

Men’s Dettol ODI Series x Inglaterra

1º ODI: Austrália venceu por seis postigos

Sábado, 19 de novembro: CGS, 14h20

Terça-feira, 22 de novembro: CWM, 14h20

Equipe ODI da Austrália: Pat Cummins (c), Sean Abbott, Ashton Agar, Alex Carey, Cameron Green, Josh Hazlewood, Travis Head, Marnus Labuschagne, Mitchell Marsh, Steve Smith, Mitchell Starc, Marcus Stoinis, David Warner, Adam Zampa

Equipe ODI da Inglaterra: Jos Buttler (c), Moeen Ali, Sam Billings, Sam Curran, Liam Dawson, Chris Jordan, Dawid Malan, Adil Rashid, Jason Roy, Phil Salt, Olly Stone, James Vince, David Willey, Chris Woakes, Luke Wood

Compre ingressos para #AUSvENG ODI aqui